quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Intuição


Intuição

Intuitiva demais,
Sempre fui desde criança!
Embora não entendesse,
Sabia que tinha algo
Muito forte a me guiar.
Sempre vinha me alertar!
Grande parte da minha vida,
Não dava muita atenção...
Foram tantos os fatos e atos
Por ela não escutar!
Até que chegou um dia,
Embora muito a tardar;
Depois de tanto pensar,
Resolvi tudo acatar
Com muita força e respeito,
E essa causa abraçar...
Para mim, hoje, a intuição
Faz parte de uma oração...
Um dom santo que celebro.
Nunca me deixa na mão.
É só prestar atenção
Nas sutilezas dos sinais,
Na força da intenção.
Ouço com todo cuidado,
Vai clareando meus nortes
Vai construindo meus rumos... 
Fortalecendo bons atos,
Arrefecendo boatos...
Assopra alentos pra lida
E conforto ao coração!
Não faço nada na vida
Sem ouvir a intuição!
Maria Raquel de Oliveira Souza

Um comentário:

  1. Adorei o poema. Eu preciso seguir este conselho, ouvir o que vem de dentro de mim.
    Grata, bjs e paz pra vc.
    Niva

    ResponderExcluir

“Gratidão é o vinho para a alma.Vá em frente,embriague-se!”
Rumi

Gratidão!... Gratidão! Namastê!!!