sábado, 8 de dezembro de 2012

Desabrochar para a vida...




Desabrochar para a vida...

É, de repente, descobrirmos nossa beleza,
Nosso carisma, nossa energia contagiante...
Nossa maneira de ser gente.
Enxergarmos nossa beleza que antes não conhecíamos...
Que somos únicos, especiais, lindos!...
Não existe ninguém igual a nós!!!
Aprendermos a nos amar, entender, valorizar e respeitar 
Nossa maneira de ser, de sentir, de desejar.
Conseqüentemente nos perdoar.
Nossas falhas são normais.
Nossos desejos legais.
Não importa o que os outros pensam de nós.
Importa sim, o que sente nosso coração...
É não termos mais motivos para sentirmos vergonha
Da maneira como somos, pensamos e agimos...
É, sentir orgulho e gratidão pelo que somos.
Nossos defeitos, que antes eram feios,
Agora nem tanto, afinal quem não os tem?!...
Somos humanos e não perfeitos.
Compreendemos com serenidade,
Que sempre demos o melhor de nós; 
O melhor que pudemos naquele momento ou situação.
Assim aprendemos também a entender e compreender o outro
E aceitá-lo como ele é, porque aprendemos um pouquinho sobre o que é ter compaixão.
Entendemos que cada ser tem seu momento; suas dificuldades, sofrimentos, necessidades, experiências, aprendizagem.
Já passamos por várias etapas e ainda teremos muito que caminhar.
Que ninguém tem culpa de nossos sofrimentos ou insucessos.
Somos como fomos criados, nossas descobertas e aprendizagens são contínuas
Vem das experiências vividas, não do que nos tentaram impor em nossa jornada.
É, de repente, descobrimos que gostamos de coisas que não gostávamos antes...
Porque simplesmente não as tínhamos visto ou percebido...
Coisas que achávamos que gostávamos muito, agora não gostamos tanto,
Talvez não gostemos mais ou são indiferentes.
É sentirmos respeito e amor profundo por todas as formas de vida...
Estarmos repletos de energia universal maravilhosa e criadora.
É acordar de um sonho que as vezes foi bom,
Outras vezes ruim... Não importa, com tudo aprendemos.
É o despertar e nascimento de uma pessoa totalmente diferente,
Com outros valores, outros anseios, outros desejos e ambições.
E nos apaixonamos... Sim!  Apaixonamos por nós mesmos!!!
Aprendemos a nos amar muito!!! Muito!!!
Quando nos apaixonamos por nós mesmos,
O mundo se apaixona por nós e reverencia quando passamos...
Abrimos caminho para que o outro possa nos encontrar...
O mundo conspira a nosso favor...
Fazemos acontecer!
Estamos certos de que não estamos sós. Nossa vibração, alegria e prazer,
Não nos deixa sós.
E assim não nos sentimos sozinhos
Embora tantas e tantas vezes sintamos falta de alguém...
Nossa alegria e prazer é uma forma de liberdade
Ser livre é fundamental para que sejamos autênticos e transparentes.
Que somente nós, somos responsáveis pelos rumos da nossa vida.
Temos o leme em nossas mãos
Cabe a nós, decidir e escolher os caminhos...
Nossa intuição é sagrada, nela temos que apostar sempre, acreditar.
Que a sabedoria esta em “observar”.
Que nossa razão e opinião de pouco valem,
Se não falarmos com a voz do coração.
Percebemos que cuidar do corpo e da alma é um dever, uma obrigação.
São nossos templos sagrados.
Foi nos dado com muito amor e perfeição, assim sendo, temos que cuidar-los
E reverenciá-los.
Que somos eternos porque nossa alma é magnífica e perfeita,
Algo tão nobre não pode ser efêmero...
É, sentirmos uma forte e deliciosa união com o Universo e com Deus.
Descobrirmos extasiados e perplexos que somos Deuses!!!!
Pois, se somos filhos de Deus...
Deuses somos!...

Maria Raquel de Oliveira Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Gratidão é o vinho para a alma.Vá em frente,embriague-se!”
Rumi

Gratidão!... Gratidão! Namastê!!!