domingo, 1 de março de 2015

Rosas Cor-de-rosa




Rosas cor- de- rosa

Perfeitas em seus contornos
Do jardim para o adorno
Com pétalas bem desenhadas
Tanto em cachos ou isoladas

Mimo presente da vida
Quase sempre esta florida
Fulgor da flor em botão
Presente de uma estação

Rosas bailando ao vento
Enfeitando o firmamento
Rosas singelas, dobradas,
Inolentes, perfumadas

Rosas que enfeitam os sonhos
Rosas dos dias tristonhos
Rosas que trazem saudade
Lembranças da mocidade

Rosas da lua e do sol
Tem as cores do arrebol
Rosas rosadas mimosas
São todas rosas formosas

Rosa rainhas das flores
De enaltecidos amores
Será sempre agraciada


E pelos poetas... Cantada!

Maria Raquel de Oliveira Souza

5 comentários:

  1. Soneto-acróstico
    Às Rainhas

    Realidade que nosso jardim enfeita
    Onde flores disputam seus matizes
    Sabe a rosa a flor mais que perfeita
    Açula com seu odor nossos narizes.

    Singelas, olentes e assaz dobradas
    Com as pétalas de especial desenho
    Ornam o meio, foram mui agraciadas
    Respostas da natureza, eu sustenho.

    Deixem as rosas serem elas apenas
    E não podemos suas raízes jamais
    Rigorosamente ninguém as condena.
    Orgulhosas, belas contudo normais.

    Sejam partícipes ou centro da cena
    As rosas são flores muito especiais.

    ResponderExcluir
  2. Lindo canto às rosas com encanto e bem definidas.
    Belo cartão de visita.
    Gostei Maria Raquel.
    E vem de Minas, que legal!
    Carinhoso abraço.

    ResponderExcluir
  3. UN POEMA MUY DELICADO, ASÍ COMO SU TITULO.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  4. Olá Maria Raquel, cá estou a conhecer este florido canto da net, sinto-me um beija-flor, tudo é muito lindo aqui....também acho a rosa a Rainha das Flores, gosto demais de flores do campo, gosto flores azuis como a hortência, margaridas são de uma beleza singular, mas este poema é para a rosa, flor tão formosa, tão misteriosa, tão cheia de amores, principalmente as vermelhas...mas rosa cor de rosa, é sim a Rainhas das flores, das rosas todas. Muito bom estar aqui, me senti em casa, com amigos que gosto muito como o Jair e seus comentários em forma de poesia:'Sabe a rosa a flor mais que perfeita', disse o poeta, então o que mais dizer, senão estou diante de um belo poema de flor,hu jardim florido. Tens amigos bem especiais, pessoas que admiro, que leio e que me frequentam também, chamo isso bênção, pois só com uma bênção encontramos os iguais, que tem nossa mesma sensibilidade, os do bem....Valeu.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  5. Um lindo soneto onde a delicadeza das rosas nos mostra que seu blog é pleno de ternura.
    Obrigado por sua visita. Aqui no seu outro blog outra vezes voltarei.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

“Gratidão é o vinho para a alma.Vá em frente,embriague-se!”
Rumi

Gratidão!... Gratidão! Namastê!!!