sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Algo em ti....




Algo em ti 

Mexe com minha ancestralidade
Minha animalidade, sensualidade
Algo de magia, de energia
De alma, de pele, de ensejo
De química, de desejo
De amor, de calor, de sabor

Algo que não se pode falar
Que não se pode explicar
Nem tampouco inventar
Algo que derrama, que se inflama
Que acende a chama, que me chama
E me chama!... E me chama
Algo que não sei dizer 
Não sei compreender

Algo que é tão profundo
Que faz parte do meu mundo
Um sentimento profundo
Que vive na minha história
Algo que me inebria
Algo tão forte, musicado
Ritmado, enamorado

Algo que tem seus iguais
Não é único, é muito mais
Que parecem parecidos
Algo pra mim imbuídos
De raça, força, canções
De nações, sensações
Algo de tua descendência
Que pra mim tem transferência

Algo que me embala a vida
Não tem porta nem saída
Algo que preenche, fascina
Que me arrasta sem querer, domina
Algo que não posso resistir
Algo que me enleva e leva....
Sempre para ti!...

Maria Raquel de Oliveira Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Gratidão é o vinho para a alma.Vá em frente,embriague-se!”
Rumi

Gratidão!... Gratidão! Namastê!!!