sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Lembranças

Lembranças.

A distancia traz no vento
Lembranças daquele tempo
As carícias inocentes
Tremiam o corpo da gente

Era tudo muito intenso
Tudo era novidade
E não tínhamos a noção
Por termos tão pouca idade

Crescemos e cada um
Tomou rumos diferentes
Bem distantes um do outro
Plantamos nossas sementes

Porem eu nunca esqueci
Muitas saudades senti
Hoje o tempo já passou
O nosso sonho levou

Quando penso em você
Volto logo a ser criança
Faço castelos na areia
E corro pra te buscar

Pensando em te encontrar
Naquele mesmo lugar...
Em noites de lua cheia
Me perco a te procurar...

Maria Raquel de Oliveira Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Gratidão é o vinho para a alma.Vá em frente,embriague-se!”
Rumi

Gratidão!... Gratidão! Namastê!!!