quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Apelo


Apelo 
Abrigue-me no peito,
Dê-me uma flor
Cante-me uma canção,
Fale-me de amor
Pegue a minha mão
Coloque em seu coração
Deixa-me sentir seu calor
Beija-me sem pudor
Abraça-me com fervor...
Leva-me contigo amor!...
Pra ver o sol se por!...



sábado, 12 de janeiro de 2013

Meu Salvador


A letra dessa música foi feita na minha adolescência...
Meu Salvador 

Eu vim de tão longe
Trazendo uma dor
E uma tristeza
De um desamor.
Eu vim de tão longe
Encontrei uma flor,
Uma flor tão pura
Tão cheia de cor
Que simboliza
O meu Salvador.
Meu Jesus Cristo
Meu Nosso Senhor
Mostrai-me o caminho
Que devo seguir
Eu procuro a paz
E preciso sorrir,
Eu procuro a paz
E preciso sorrir,
Eu procuro a paz
E preciso sorrir.
Maria Raquel de Oliveira Souza

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Silêncio


Silêncio

... Muito barulho aqui em baixo!...
Barulho para todos os lados
De todo o tipo e intensidade...
Barulho de gente e de cidade.
Barulho inventado, empolgado
Arrastado, exagerado, descuidado
Barulho interno e barulho de fora
Caminho tanto, mas não vejo a hora
De o mundo silenciar...
O amor despertar... Renovar...
Espero ansiosa pelo meu silêncio...
E por um silenciar maior
Para que possamos escutar e sentir
Os sons de Deus, da natureza
Do universo e da nossa alma
Só assim conseguiremos perceber,
Ouvir, entender, aprender,
Incorporar...
Só assim poderemos vislumbrar o caminho
Para iniciar nossa viagem de volta
Tão sonhada viagem.

Maria Raquel de Oliveira Souza


terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Montanhas Brancas


Montanhas Brancas

Venha comigo, terno amor
Subir as montanhas brancas pra ver
O sol nascer!

Agora que você chegou
O verde dos vales esta mais florido
E o céu, mais colorido

As aves que voam nos céus
Cantam alegres e anunciam o novo dia!

A luz que avistamos ao longe
Nas cordilheiras, acende a chama
Que tudo ilumina
E traz vida
A tudo que existe aqui
 Nas montanhas brancas...
E com o sol
Veio também a esperança

Vamos amor, escalar as montanhas brancas de neve
Nosso grito vai... Vai ecoar
Entre picos e os leitos dos rios rompendo a imensidão,
Abrindo portas pra a alegria dos bichos ao despertar

As aves que voam nos céus
Cantam alegres e anunciam o novo dia

Vamos amor, escalar as montanhas brancas de neve
Nosso grito vai... Vai ecoar
Entre picos e os leitos dos rios
Rompendo a imensidão...

Vamos brindar esse amor
Vamos subir as montanhas
Vamos depressa pra lá
E juntos festejar...

Venha comigo, terno amor
Subir as montanhas brancas
E ver o sol... Nascer!

Maria Raquel de Oliveira Souza 

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Seus Cabelos



Nos seus cabelos me enrosco
Gemo, giro, cheiro, embaraço
Entrelaçada em abraços,
Encontro-me em seus compassos
Doces mimos de afagar...
De brincar, de namorar.
Beija-me gostoso assim
Seus lábios são só pra mim,
Coloco aí os meus beijos
Quantos mais e muito mais!
Sentimos a sensação
Que somos o próprio mundo
Um sentimento profundo
De integrar, se completar
Sentir isso é bom demais...
Ficar contando seus beijos
Ir encantando desejos...
Acomodando em ensejos...
Sob os céus dos seus cabelos!...
As noites são as mais belas,
Os dias são mais ardentes
E no doce embaraçar
Desses seus cabelos longos
Com tantos beijos que dou
E tanto beijo me dá
Não vemos passar as horas
Nem queremos apressar
Pois o que mais desejamos
E nem precisa falar
É que a brincadeira gostosa
Nunca venha a terminar!
Maria Raquel de Oliveira Souza

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Poeta das Estrelas



É um homem fascinante
Que não se deixa entender...
Embora bem transparente
Nesse seu modo de ser
Do jeito que fala, é!
 Escreve com o coração 
E com muita satisfação
Sempre vai lá e vem cá
Brincando com as palavrinhas
E letrinhas bem juntinhas
Tem coração bem grandão
Percebe-se na emoção...
Tem mistério e fantasia
Carisma não falta não
Por isso agrada a todas
Que querem te visitar
Estrelinhas saltitantes
Solitárias bem brilhantes
Que sonham te encantar
E com muita devoção
Vão abrindo o coração
Pro seu mundo conquistar
Com esperança de um dia
Chegar, gostar e ficar!...
Maria Raquel de Oliveira Souza